Rodovia Gastão Dal Farra, km 4 - Botucatu
(14) 99754-6694 | contato@magma.org.br
Aberto ao público: Sábado das 15h às 18h
Projeto Caminhos Geológicos

Uma das ações mais relevantes para ampla difusão do conhecimento é despertar interesse de forma dirigida, como por meio da instalação de placas rodoviárias ao longo das estradas que cortam as áreas de afloramento do SAG. Mediante acordo com o projeto Caminhos Geológicos do DRM/RJ (http://www.drm.rj.gov.br/caminhosgeológicos), foi concebido o Projeto Caminhos Geológicos / SP que prevê elaboração de painéis didáticos e posterior colocação em áreas de acesso gratuito à margem de rodovias. Diversos modelos e exemplos de placas foram concebidos para orientar e auxiliar o trabalho. A integração de dados sobre o SAG é feita na forma de “Percursos Pedagógicos Geológicos”, que destacam a importância, os atrativos e a necessidade de conservá-lo, além de divulgar dados relevantes da história geológica.

As placas físicas, constituem o principal volume de atividades, aproveitando-se exemplos do DRM/RJ, da Mineropar e do Instituto Geológico/SMA. Os trabalhos são apoiados em visitas de campo, aquisição de fotografias das unidades geológicas, produção de réplicas de feições notáveis das rochas do paleodeserto e uma descrição pormenorizada dos fatores e ações humanas capazes de ameaçar a qualidade das águas do aquífero.

Os participantes do programa realizaram reuniões com profissionais responsáveis por ações de governo e pela coordenação de contratos com usuários das margens das rodovias, formados por postos de abastecimento, restaurantes, cafés, locadores de espaço para placas etc. Os entendimentos poderão envolver a agência ARTESP e prefeituras municipais para obter autorização para colocação de placas. Uma vez obtida a autorização, as empresas concessionárias de rodovias podem providenciar e instalá-las.

Em paralelo à ideia de instalar placas orientativas, alguns locais foram selecionados para implantação de pequenos centros de exposição em postos-restaurantes. Dependendo da disponibilidade de espaço, serão organizadas pequenas mostras com painéis sobre o Paleodeserto Botucatu, amostras, maquetes e réplicas de pegadas identificadas de animais.

Estão sendo feitos contatos com diversas secretarias municipais de turismo do Estado de São Paulo, com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), para ações conjuntas de divulgação científica voltada à geologia, conformação das paisagens e sistemas aquíferos.

Logotipos do Programa SAG

logo_aquifero-guarani.jpg
Programa educativo de divulgação, valorização e geoconservação do Sistema Aquífero Guarani (SAG).
logo-caminhos-geologicos.jpg
Projeto Caminhos Geológicos / SP.
placa-aquifero.jpg
Exemplo de placa de indicação a ser instalada à margem da Rod. Castelo Branco.

Uma das ações mais relevantes para ampla difusão do conhecimento é despertar interesse de forma dirigida, como por meio da instalação de placas rodoviárias ao longo das estradas que cortam as áreas de afloramento do SAG. Mediante acordo com o projeto Caminhos Geológicos do DRM/RJ (http://www.drm.rj.gov.br/caminhosgeológicos), foi concebido o Projeto Caminhos Geológicos / SP que prevê elaboração de painéis didáticos e posterior colocação em áreas de acesso gratuito à margem de rodovias. Diversos modelos e exemplos de placas foram concebidos para orientar e auxiliar o trabalho. A integração de dados sobre o SAG é feita na forma de “Percursos Pedagógicos Geológicos”, que destacam a importância, os atrativos e a necessidade de conservá-lo, além de divulgar dados relevantes da história geológica.

As placas físicas, constituem o principal volume de atividades, aproveitando-se exemplos do DRM/RJ, da Mineropar e do Instituto Geológico/SMA. Os trabalhos são apoiados em visitas de campo, aquisição de fotografias das unidades geológicas, produção de réplicas de feições notáveis das rochas do paleodeserto e uma descrição pormenorizada dos fatores e ações humanas capazes de ameaçar a qualidade das águas do aquífero.

Os participantes do programa realizaram reuniões com profissionais responsáveis por ações de governo e pela coordenação de contratos com usuários das margens das rodovias, formados por postos de abastecimento, restaurantes, cafés, locadores de espaço para placas etc. Os entendimentos poderão envolver a agência ARTESP e prefeituras municipais para obter autorização para colocação de placas. Uma vez obtida a autorização, as empresas concessionárias de rodovias podem providenciar e instalá-las.

Em paralelo à ideia de instalar placas orientativas, alguns locais foram selecionados para implantação de pequenos centros de exposição em postos-restaurantes. Dependendo da disponibilidade de espaço, serão organizadas pequenas mostras com painéis sobre o Paleodeserto Botucatu, amostras, maquetes e réplicas de pegadas identificadas de animais.

Estão sendo feitos contatos com diversas secretarias municipais de turismo do Estado de São Paulo, com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), para ações conjuntas de divulgação científica voltada à geologia, conformação das paisagens e sistemas aquíferos.

Logotipos do Programa SAG

logo_aquifero-guarani.jpg
Programa educativo de divulgação, valorização e geoconservação do Sistema Aquífero Guarani (SAG).
logo-caminhos-geologicos.jpg
Projeto Caminhos Geológicos / SP.
placa-aquifero.jpg
Exemplo de placa de indicação a ser instalada à margem da Rod. Castelo Branco.

MAGMA Museu Aberto de Geociências, Mineralogia e Astronomia
Rodovia Gastão Dal Farra, km 4 - Botucatu | (14) 99754-6694 | contato@magma.org.br
Aberto ao público: Sábado das 15h às 18h (ou agendamento)